14 novembro 2009

O HOMEM QUE ENTRA NA BRECHA (Ez 22.30; Ne 6.1)

- Nestes textos temos dois tipos de brechas: A brecha de Neemias e a de Ezequiel. A palavra brecha vem do francês “breche” que significa abertura, buraco, interrupção e ruptura. Na Bíblia aparece ao todo sete vezes, todas elas no velho testamento, sendo tradução do hebraico Urp (perets) e eqb (baqa) que tem o mesmo significado da nossa língua portuguesa.

- Vamos começar pela brecha de Ezequiel. As cidades antigas eram fortificadas por muros. Os muros serviam tanto para a dignidade de uma cidade como para a segurança. Deus diz que havia uma brecha no muro, um buraco, uma ruptura.

- Deus procurou alguém para tapar o buraco, entrar na brecha. Deus não achou. Qual o simbolismo desta brecha? As brechas são o meio pelo qual a sua vida deixa de ser abençoada. As brechas são a pequena oportunidade por onde entra a discórdia e os problemas. Brechas são meios por onde entra o desastre na vida pessoal e da igreja.

- Qual é o perfil das pessoas que entram na brecha? E quero pensar aqui na brecha da Igreja

I – PESSOAS CORAJOSAS

- Não to mandei Eu? Sê forte e corajoso, não temas, nem te espantes, porque o Senhor teu Deus é contigo por onde quer que andares (Josué 1.9).

II – PESSOAS COMPROMETIDAS COM DEUS

- Porém em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus para testemunhar o evangelho da graça de Deus (Atos 20.24)

III – PESSOAS TOTALMENTE ENVOLVIDAS COM DEUS

- Mas o que para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo (Filipenses 3.7)

IV – PESSOAS QUE LUTAM PELA CAUSA DO SENHOR

- Irmãos, quanto a mim, não julgo have-lo alcançado, mas uma coisa faço, esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o premio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus (Filipenses 3.13,14)

- Você sabia que todos os apóstolos que andavam com Jesus morreram como mártires, com exceção de dois: Judas Iscariotes, que traiu Jesus e acabou se enforcando, e João que após ser exilado na Ilha de Patmos, obteve a liberdade e morreu de morte natural?

- Paulo, que não era apostolo oficialmente, foi considerado apostolo dos gentios por causa da sua grande obra missionária nos paises gentílicos. Foi decapitado em Roma por ordem de Nero.

- Matias que ficou no lugar de Judas Iscariotes, foi martirizado na Etiópia.

- Simão o zelote, foi crucificado.

- Judas Tadeu morreu como mártir pregando o evangelho na Síria e na Pérsia.

- Tiago (O mais jovem), pregou na Palestina e no Egito, sendo ali crucificado.

- Mateus morreu como mártir na Etiópia.

- Tomé pregou na Pérsia e na Índia, sendo martirizado perto de Madras no monte de São Tomé.

- Bartolomeu serviu como missionário na Armênia, sendo golpeado até a morte.

- Filipe pregou na Frigia e morreu como mártir em Hierápolis.

- André pregou na Grécia e Ásia Menor. Foi crucificado.

- Tiago (O mais velho) pregou em Jerusalém e na Judéia. Foi decapitado por Herodes.

- Simão Pedro pregou entre os judeus chegando até a Babilônia, esteve em Roma, onde foi crucificado com a cabeça para baixo.

Um comentário:

  1. começou bem e acabou mal,a brecha que deus estava usando ezequiel pra falar não era essa,e sim a brecha que existia no meio daquele povo,por causa do pecado que o povo não queria larga,era um povo idólatra; até que veio o a palavra de deus segundo ezequiel.deus ainda queria trazer salvação pra aquele povo e por isso deus procurou,mais veio a decepção ele não achou ninguem.

    ResponderExcluir