31 janeiro 2016

QUEM PODE SER SALVO? (Marcos 10:26)

- Esta pergunta decisiva os discípulos fizeram ao Senhor, depois que o jovem rico O abandonou. Vv.23,24.

1. Quem não pode ser salvo?
a) Os ricos, que o Senhor aqui menciona, que põem a sua confiança nos bens terrenos.
Amor ao dinheiro e amor a Deus distanciam-se infinitamente.
b) Aqueles que se consideram ricos de justiça própria como os fariseus. Confiam na sua oração, jejum e ofertas.
c) Os que não desistem conscientemente do seu pecado. Êxodo 4:14.
d) Quem não aceita Jesus. João 1:11.
e) Aqueles que não valorizam a salvação. Hebreus 10:26; Atos 4:12; Isaias 30:9 

2. Quem pode ser salvo?
a) Todo pecador pode ser salvo. l Timóteo 1:15.
b) Cativos podem ser salvos. Isaias 61:1; João 8:36.
c) Mulheres como Maria Madalena, que foi possessa. Lucas 8:2; Romanos 8:2.
d) Homens como Manassés, que foi um grande pecador. 2 Crônicas 33:11 
e) E, também, homens honrados como Nicodemos. João 3.

29 janeiro 2016

PASSOS IMPORTANTES (Marcos 5:25-34)

- Esta história é comovente. Observemos somente alguns fatos.
- A mulher estava sofrendo há doze anos e gastou tudo que possuía, Vv.25,26.
-  Conforme a lei ela era impura e excluída, e totalmente sem esperança, porque toda ajuda humana tinha falhado.
- Nesta hora difícil apareceu uma mensagem alegre. 

1. Ela ouviu do Senhor. E das Suas curas e milagres. Gênesis 42:1; 1 Reis. 10:1-9.

2. Foi ao Senhor.
a) Somente ouvir não é suficiente, o homem precisa ir ao encontro de Jesus.
b) Ele chama: "Vinde". Mateus 11:28; 19:21; Lucas 6:47; 14:17; João 6:35,37.

3. Ela tocou no Senhor!
- "Se eu apenas lhe tocar as vestes".
- "Tocando" em Cristo o homem é curado. Lucas 6:19.

4. A rica bênção deste toque no Senhor.
a) O poder divino curou-a do seu flagelo.
b) O Senhor disse-lhe palavras de conforto.
c) Deu-lhe mais do que cura: deu-lhe paz.
d) Ela confessou a cura diante de todos.
e) Seu testemunho foi uma ajuda para Jairo e outros.


LIBERTAÇÃO TOTAL (Marcos 5:1-20)

1. Um homem debaixo do poder de Satanás.
a) Estava possesso, uma legião de demônios habitava nele.
b) Vivia nos sepulcros. Ef. 2:1; Lc. 1:79.
c) Estava fora do juízo e em grande miséria. Ap. 3:17.
d) Ele se auto-flagelava. Vv.4,5.
e) Era um grande perigo para outras pessoas. Mt. 8:28.
f) Ninguém podia subjugá-lo. V.4.

2. O Senhor, poderoso para salvar. Romanos 5:20.
a) O Senhor encontrou-o. Da mesma forma como o Senhor chegou àquele local, também veio ao mundo para salvar o perdido. Lucas 19:10; 7:41,42.
b) O Senhor curou-o com uma palavra de autoridade. V.8; Salmo 104:7.
c) Esta palavra não foi ouvida só pelos surdos, mas também pelos mortos. João 11:43; Lucas 7:14; Marcos 5:41.

3. A grande mudança.
a) O homem liberto não ficou mais entre as sepulturas.
b) Todos o viram sentado aos pés de Jesus. V.15.
c) Estava vestido. V.15; Is. 61:10; Lucas 15:22.
d) Estava em perfeito juízo. V.15.

4. Uma nova testemunha de Jesus Cristo.
a) Devia testemunhar do Senhor, mas onde? V.19.
b) Em casa junto aos seus. Deviam presenciar a grande mudança. O seu testemunho trouxe fruto. V.20.

AgentesdeMissões

28 janeiro 2016

O PREGADOR EXEMPLAR (Lucas 4:16-30)

- O Senhor chegou a Sua cidade natal, que é Sempre o lugar mais difícil para um pregador.

1. Seu preparo.
a) Ele estava bem familiarizado coma Escritura. V.17.
b) Estava cheio do Espírito Santo. Lucas 3:22.
c) Estava aprovado nas tentações. Lucas 4:1-13.

2. Sua pregação.
O Senhor pregava:
a) Riqueza espiritual para os pobres. 2 Corintios 8:9.
b) Libertação para os cativos. João 8:31-36.
c) Visão para os cegos. Atos 26:18.
d) Cura para os corações quebrantados. Salmo 51:17;34:18.
e) O ano aceitável. Lucas 4:19; 2 Corintios 6:2.

3. O conteúdo de Sua pregação.
a) Exposição da Escritura. V.21.
b) Palavras de graça. V.22.
c) Verdades sem rodeios. Vv.23,24.
d) Decisão imediata. Vv.23-27.

4. O resultado.
a) Em alguns, admiração. V.22.
b) Em outros, rejeição. Vv.28,29.
c) A proteção temporária para Cristo, até Sua obra estar consumada. V.30.

AgentedeMissões

27 janeiro 2016

RAZÕES PARA NÃO SE EXALTAR (Lucas 1.1-4; Atos 1.1)

- O Reino de Deus é feito de simplicidade, Deus é Deus das coisas simples… (Salmo 116.6a) o Senhor guarda aos simples… (ver II Corintios 11.3)
- 3 razões para não nos exaltar

1º. Jesus sendo Senhor não se exaltou
- Ele não obrigou o jovem rico a servi-lo (Mateus 19.16-22)

2º. Os discípulos não o fizeram também
- Paulo, a medida que o tempo passou viu que de nada servia se exaltar (Atos 15.36-39; 2 Timóteo 4.11)

3º. Deus abate os soberbos, os que se exaltam – Mateus 23.12
- Nabucodonosor comeu capim com os animais (Daniel 4.31-33)
- A humildade é o principio da verdadeira prosperidade (I Pedro 5.5,6)
- Humildade é ver valores na mais desprezível de todas as coisas (Mateus 21.5)
- Humildade é reconhecer as próprias limitações (Atos 20.17-24)

MárioEugênio

26 janeiro 2016

EM BUSCA DA CONQUISTA

- Muitos perguntam: quem é Deus? Como ele é? É só olhar pra Jesus
- O que precisamos para chegarmos ao que queremos conquistar? Aprendemos isso facilmente com o exemplo de quatro pessoas que deixam sua história registrada nas páginas das Escrituras Sagradas.
- Onde está registrado? Marcos 2.1-12
- Não sabemos seus nomes, mas a história desses quatro homens que levaram o paralítico a Cristo ficou, e nesse momento iremos aprender com esses homens. O que precisamos ter para sermos conquistadores?

1º. Eles foram pessoas informadas.
A. Temos que ser atentos (quem é atento vigia)
B. Vs 1. Diz que soube-se que Jesus estava em casa
C. Estamos sabendo que Jesus está voltando
D. Nossa maior conquista será o céu
E. Precisamos está atentos aos fatos históricos e atuais

2º. Eram amigos verdadeiros
- Todos eles com certeza tinham necessidades e sonhos
A. Não lembraram deles mesmos
B. Lembraram do amigo primeiro (ele é mais necessitado)
C. O sonho do amigo e seu sucesso eram os deles
E. Se queremos ser conquistadores, temos que lembrar do próximo

3º. Eram homens de fé – vs 5
A. Foram até Jesus
B. Recorreram até Jesus apesar da incredulidade de outros
C. NOSSA FÉ DETERMINA ONDE QUEREMOS CHEGAR

4º. Foram perseverantes
A. Viram a grande multidão
B. Talvez muitos chegaram e disseram que não dava (pense quando chegamos em um posto de saúde e existe uma fila imensa)
C. Eles olharam e disseram: VAI DAR!!! E subiram pelo telhado
D. Não mediram esforços, foram em busca da conquista

MarioEugenio

25 janeiro 2016

A OBEDIENCIA DE JOSÉ (Mateus 1.24)

1. DEUS NOS FALA ATRAVÉS DE SONHOS
a- Ele falou a José no Egito
b- Ele falou a Abraão 
c- Ele falou a Paulo 

2. SE DEUS NOS FALA ATRAVÉS DE SONHOS, DEVEMOS OUVIR E OBEDECER
a- Porque Ele é Deus
b- Porque Ele tem um plano para nossa vida
c- Porque Ele sabe o que é melhor para nós

3. A VERDADEIRA OBEDIÊNCIA
a- Deve ser imediata
b- Deve ser completa
c- Deve ser espontânea

GezielGomes

24 janeiro 2016

O FIM VEM (Atos 13.2)

I– Aumento dos falsos profetas e da transigência dentro da igreja. Mateus 24.4,5, 10, 11,24; Lucas 18.8.

II– Aumento do crime e desrespeito a lei de Deus. Lucas 17.26-30; 2 Timóteo 3.1-8

III– Aumento de guerras, fome e terremotos. Mateus 24.6-8; Lucas 21.9

IV– Perseguições mais severa ao povo de Deus. Mateus 10.22,23

V– Aqueles que se mantiverem firmes serão salvos. Mateus 24.13

VI– O evangelho será pregado no mundo inteiro. Mateus 21.13

VII– O Espírito será derramado sobre os quatro cantos da terra sobre o povo de Deus. Atos 17.21

PrElielA.Soares

23 janeiro 2016

OS TOQUES DE DEUS (Isaias 6.7)

- “E com ela tocou a minha boca e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e tua iniqüidade foi tirada e purificado o teu pecado”.

I – O toque da bênção
- Jacó. Gênesis 32.25

II – O toque da cura
- O leproso. Lucas 5.15

III - O toque da revelação
- João. Apocalipse 1.1-20

IV – O toque da visão
- Daniel. Daniel 9.21; 10.7

V – O toque da purificação
- Isaias. Is 6.7

VI. O toque da chamada
- Isaias. Is 6.8

PrElielA.Soares

22 janeiro 2016

MANTENDO O ANIMO (Neemias 4.6)

- As maiores batalhas acontecem em nossas emoções e precisamos de ânimo para desenvolver nossos projetos. Manter o ânimo é um grande segredo para vencermos o mundo.
- As nossas maiores batalhas se travam na nossa alma, no campo das emoções. Precisamos de ânimo para desenvolver nossos projetos pessoais e, especialmente, nosso ministério.
A alegria é uma fonte de vigor em nossa vida. Se perdemos a alegria, desanimamos e nos tornamos pessoas débeis, incapazes de produzir e influenciar…
- Hoje vamos estudar a palavra de Deus, entendendo a importância de nos mantemos animados em Deus e como fazê-lo:

1) A ALEGRIA É UM FRUTO DO ESPÍRITO – Gálatas 5:22-23
- À medida em que andamos com Deus e amadurecemos, o Espírito vai gerando virtudes em nossas vidas. A alegria é uma delas, como vemos nesse texto.
- Quando mais espiritual é um servo de Deus, mais consistente será o ânimo em sua alma, independentemente das circunstâncias.

2) A ALEGRIA DO SENHOR É A NOSSA FORÇA – Neemias 8:10
- Há uma alegria que é circunstancial, que depende do que nos acontece.
- Por outro lado, há uma alegria sobrenatural que vem da nossa relação com Deus e é ela que nos dá vigor espiritual.

3) MANTER O ÂNIMO É UM GRANDE SEGREDO PARA VENCERMOS O MUNDO – João 16:33
- O desânimo torna o cristão um derrotado. 
- Jesus nos disse que enfrentaremos problemas, mas é possível vencê-los seguindo o mesmo caminho que Ele trilhou, ou seja, mantendo o coração animado.

4) O RELACIONAMENTO ÍNTIMO COM DEUS É A NOSSA FONTE INFALÍVEL DE ALEGRIA – Filipenses 4:4; Salmos 16:11
- O mundo, a correria da vida e a guerra espiritual sugam as nossas forças.
- Precisamos manter uma vida devocional abundante, separando tempo para estarmos a sós com Deus em adoração e oração, pois só ali podemos ser renovados e cheio de gozo celestial.

5) QUANDO DECIDIMOS TER UMA VIDA SANTA, O SENHOR NOS UNGE COM ÓLEO DE ALEGRIA – Hebreus 1:9
- Se é verdade que o pecado traz tristeza ao coração de um servo de Deus, é verdade também que uma vida santa libera em nossa alma uma unção de alegria.
- Ela é reflexo do prazer do próprio Espírito Santo dentro de nós.

6) É A VONTADE DO SENHOR QUE TENHAMOS GOZO COMPLETO NELE– João 15:11 e 17:13
- O Senhor se alegra com a nossa alegria…
- A vida cristã não foi concebida por Deus para ser pesada e sem prazer.
- Muito pelo contrário! Jesus, que deu sua vida por nós pelo prazer de nos ver ao seu lado, também quer que vivamos ao seu lado com prazer.

IgrejaElShaday

21 janeiro 2016

PASSOS PARA A QUEDA ( Gênesis 1.12)

- Lendo o livro de Gênesis 3.1-12, vemos de modo bem claro os passos gradativos que levaram o primeiro casal ao fracasso espiritual. São eles:

I – Olhou. Gn 3.6a
“Vendo a mulher que o fruto da arvore era boa para se comer e agradável aos olhos”.

II – Desejou. Gn 3.6b
“Árvore desejável para dar entendimento”.

III - Tomou. Gn 3.6c
“Tomou do seu fruto”.

V - Comeu. Gn 3.6d
“Tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela”.

V – Morreu. Gn 2.7
“No dia que dela comeres, certamente morreras”.

PrElielA.Soares

20 janeiro 2016

A PARÁBOLA DOS TALENTOS (Mateus 25.14-30)

- Começaremos com uma pergunta: quem é servo de Jesus?
- Uma das regras básicas da hermenêutica para interpretarmos um texto é compreender o seu contexto de forma autentica. E o contexto da imediato desta parábola é uma outra parábola, conhecida como a parábola das dez virgens.
- E do que trata a parábola das dez virgens?
1º. Vigilância;
2º. Vinda do noivo.
- Consequentemente, Jesus expõe uma outra parábola (a mais longa registrada por Mateus) não como uma redundância, mas como uma necessidade, todavia, nesta segunda parábola, Ele irá acrescentar o nível de razões pela qual Ele as expõe.
- Como se dá a história?
- Quatro personagens principais.
- O senhor e três servos
- Que podemos aprendemos através dessa parábola?

1º. O senhor confia em seus servos (vs 14)
- Entregou-lhes os seus bens
- Se não tivesse confiado não os entregaria
- Viaja

2º. O senhor os conhecia muito bem
- Ele reconhece a capacidade de cada um deles (vs 15)

3º. É recompensador 
- Diferente dos nossos muito atuais patrões
- Ele, o senhor não explora, mas nos abençoa

4º. Ele, o senhor é justo
- Aplica a justiça sem erros e sem falhas (vs 26a)
- Se dá a conhecer (vs 26b)

LIÇÕES PRÁTICAS
1ª. O nosso Senhor partiu, mas antes distribuiu vários talentos;

2ª. Esses talentos foram distribuídos entre seus servos;

3ª. Há uns ele deu mais, outros menos, mas deu a todos conforme sua capacidade; (TODOS)
Exemplo de talentos:
- Cantar
- Pregar
- Tocar
- Aconselhar
- Evangelizar
- Fé – ofertar
- Orar
- Zelar
- Cuidar
- Apascentar
- Ensinar e ministrar (Rm 12.7)

4ª. O senhor que partiu é o mesmo que vai voltar
- Como estão os nossos talentos?
- Temos produzidos outros ou enterrado o que temos?

5ª. Jesus quer nos recompensar.
- A resposta do senhor foi equivalente a fidelidade do servo

ADCaminho

19 janeiro 2016

PORQUE JESUS NÃO DESCEU DA CRUZ? (Mateus 27.40)

I – A grande multidão clamava. Mateus 27.40b
“... Se és filho de Deus, desce da cruz”

II – Os soldados clamavam. Lucas 23.27
“... Se tu és o Reis dos judeus salva-te a ti mesmo...”.

III – O malfeitor clamava. Lucas 23.39
“... Se tu és o Cristo, Salva-te a ti mesmo e a nós”.

IV – O que manteve Cristo na cruz?
1. Não foi a falta de um amigo. Mateus 26.53
2. Não foi a fraqueza humana. João 10.18

V – Mas foram estes laços
1. Os nossos pecados. Isaias 53.5, Gálatas 3.13
2. O amor de um Salvador. Gálatas 2.20
3. Regeneração; a vontade divina. Mateus 26.42
4. Lealdade ao propósito eterno. Gênesis 3.15

PrElielAmaralSoares

SEMEANDO (1 Corintios 15.58)

1– O que devemos semear: a palavra. Marcos 4.14

2– Quanto devemos semear: muitas vezes. Salmo 126.5

3– Onde devemos semear: em todos os lugares. Isaias 32.20

4– Quando devemos semear: em todo tempo. Eclesiastes 11.6; 2 Tm 4.2

5– Semeamos sem olhar para as circunstâncias adversas. Eclesiastes 11.4

6– Nós ceifaremos com jubilo. Salmo 126.5,6

7– A recompensa do ceifeiro será grande. João 4.36

18 janeiro 2016

PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS (Mateus 6.9-15; 7.12)

Em Gêneses a partir de 1.28 revela que desde o começo, Deus tinha um plano de estabelecer a Sua vontade aqui na terra através dos filhos dos homens, para que a terra estivesse totalmente debaixo da Sua influência assim como é no céu.

A Bíblia nos ensina que o nosso Deus tem um propósito na nossa vida. Sabemos que o primeiro Adão falhou quando desobedeceu a Deus, mas o ultimo Adão (Jesus Cristo) cumpriu totalmente Sua vontade. Esta oração que Jesus nos ensinou fala deste propósito de Deus, ou seja, de trazer o reino de Deus aqui na terra como é no céu e de nos ensinar os princípios deste reino. Vejamos:

1) Pai nosso. Até a vinda de Jesus, ninguém tinha chamado Deus de Pai, isso era blasfêmia. Agora por meio de Jesus, Deus é o nosso Pai. Este é o maior privilégio dos que crêem, ser filho e chamar Deus de Pai. Se Ele é o nosso Pai, então, espiritualmente temos o seu DNA. Temos a fé de Deus, o amor de Deus, a autoridade de Deus e o Espírito de Deus. Não olhemos para quem somos na carne, mas quem somos em Cristo. Somos filhos e herdeiros de Deus, temos a sua natureza!

2) Que estás nos céus. Aqui aparece céus e isto significa que Ele está em todo lugar, tanto no reino físico como no espiritual. O reino de Deus está estabelecido nos céus e através de Cristo, este reino veio para dentro de nós, agora para que este reino seja estabelecido na terra, depende da igreja, depende de mim e de você. Sabemos que este reino é de paz, amor, esperança, alegria e prosperidade! Tudo aquilo que o reino de Deus representa já está dentro de nós! Aleluia!!!

3) Santificado seja o teu nome. Aqui aparece Adoração e é por causa da adoração que o reino vem para a terra. Quando adoramos, fazemos guerra espiritual e derrubamos principados malignos. Isto estabelece o cenário para que o reino venha. Na adoração temos intimidade com o Senhor e Sua boa, perfeita e agradável vontade se torna real na nossa vida. Seja um verdadeiro adorador, busque mais a Deus!

4) Seja feita a tua vontade na terra como é no céu. Há uma operação conjunta entre terra e céu. O diabo tenta o tempo todo evitar com que a vontade do Senhor seja feita aqui na terra. Para ele, é melhor que olhemos somente para o céu, nos esquecendo da terra e do que acontece por aqui. É como se ele dissesse: “preocupem-se apenas com o céu, deixem a terra comigo”. No entanto, a Palavra de Deus diz que a terra geme e aguarda a manifestação dos filhos de Deus. (Rm. 8. 19). Por isso, oramos: seja feita a tua vontade aqui na minha vida, na minha família, na igreja e em toda a terra. Queremos ser agentes de Deus para transformação da terra! Diga, amém!

5) O pão nosso de cada dia nos dá hoje. A promessa é que haverá uma porção diária para todas as áreas da nossa vida. Deve haver Adoração diária, sabedoria diária, direções, suprimento, graça, cura... Jesus estava nos ensinando que a cada manhã, através da nossa oração, Deus nos daria o suprimento, seja espiritual, física ou familiar. Precisamos do pão físico, mas também e principalmente do pão espiritual que é sua palavra e sua presença.

6) Perdoa-nos, assim como nós perdoamos. Esta é a justiça do reino. Ele fará conosco, o que fazemos com outros. Nesta oração, estamos dizendo: aceita o nosso amor e nos ame, assim como amamos nossos irmãos e nosso próximo; age com misericórdia, assim como agimos com misericórdia, nos perdoa assim como perdoamos... 

Somos nós que estabelecemos através das nossas atitudes, a medida em que Deus agirá conosco em qualquer área. (Mt. 7.12). Estamos dizendo: Deus trata conosco da mesma forma que tratamos com nossos líderes, familiares, discípulos, amigos, vizinhos, conhecidos e com o nosso próximo.

É como se disséssemos: Deus faça comigo da mesma forma que eu faço com as pessoas... isto é, se eu não perdoar, o Senhor também não me perdoe, se eu não amar, faça o mesmo comigo, se eu não abençoar...! Isso é forte, mas define nosso sucesso, nossa resposta e a ação de Deus na nossa direção.

7) E não nos deixe cair em tentação. Todos nós somos tentados todos os dias, mas para vencer é preciso orar e vigiar, ter objetivo de vida, no entanto, aqui vemos também um tipo específico do qual o Senhor está se referindo: A tentação de não perdoar, de fechar o coração para meu próximo, de não amar as vidas, de não me submeter a uma autoridade, de reclamar, de renunciar meu ministério por causa de uma dificuldade, de não falar de Jesus para as pessoas, etc.

Em outras palavras o Senhor está dizendo: cuidado com o tipo de relacionamento que você tem com seu próximo, seu líder, cônjuge, seu amigo, etc. A nossa atitude para com as pessoas está estabelecendo à medida que Deus agirá com cada um de nós. Então seja fiel, amoroso (a), seja compreensivo (a), seja paciente, seja misericordioso, seja generoso e perdoador... Será nesta mesma medida que Deus agirá com você!

8) Pois teu é o reino, o poder e a glória. Se eu confio de fato que o Senhor reina, que Ele tem poder e glória, eu não preciso tomar a causa em minhas mãos, a causa é dEle (não vos vingueis a vos mesmos Rm 12.19-21). Ele me abençoou e sempre me abencoará, Ele me defende e sempre me defenderá e em Jesus Cristo, fui justificado e sempre Ele me justificará. (Rm. 8.33-39).

O reino, o poder e a glória pertence ao nosso Deus, como você é filho e herdeiro, pertence também a você! Implante o reino, usufrua e exerça o poder para abençoar e vencer e seja um instrumento para manifestação da glória de Deus na terra, começando na sua vida, família e para com o seu próximo!

IACC

17 janeiro 2016

QUANDO JESUS ESTÁ EM CASA (Marcos 2:1-12)

- Pergunta: Você quer saber o quê Jesus faz quando entra numa casa?
- Ele distribui bênçãos pra todo lado.

1. QUANDO JESUS ESTÁ EM CASA, LOGO OS VIZINHOSFICAM SABENDO - Vs 1
- Falar que Jesus está em casa (na vida) é fácil, difícil é os amigos e vizinhos dizer o mesmo!

2. QUANDO JESUS ESTÁ EM CASA, A CASA SE TORNA UMLUGAR ATRATIVO - Vs 2a
- Se a sua casa (vida) não está atraindo pessoas a cristo é hora de rever o seu cristianismo.

3. QUANDO JESUS ESTÁ EM CASA, A PALAVRA É ANUNCIADA - Vs 2b
- Se Jesus Cristo realmente está em sua casa certifique-se de deixar a porta aberta e com livre acesso a Ele. Vs 4a
- Se Jesus Cristo realmente está em sua casa não meça esforço, faça o que for necessário para que todos saiam com as suas bênçãos Vs 4

4. QUANDO JESUS ESTA EM CASA, O PERDÃO É LIBERADO - Vs 5
- Cuidado com quem está em sua casa para não se tornar igual a eles. Vs 6
- E estavam ali assentados alguns dos escribas, que arrazoavam em seus corações, dizendo: Por que diz este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus?

5. QUANDO JESUS ESTÁ EM CASA, A CASA SE TORNA UM LUGAR DE CURA - Vs 11
- Deixe Jesus usar tua casa (vida) para curar e libertar outros

6. QUANDO JESUS ESTÁ EM CASA, A CASA SE TORNA UM LUGAR DE ADORAÇÃO Vs 12
- Que eu e você vivamos uma vida que venha levar a nos mesmo e a outros a glorificar o Seu Santo Nome.
- Abra seu coração e convide Jesus a entrar em sua casa agora!

- Convide-o a entrar em sua vida, em seu coração

GesieldeJesus

16 janeiro 2016

OS 4 SINAIS DE UMA IGREJA VIVA (Atos 2.42)

- E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações.
- Perseveravam. Perseverar da a idéia de persistência
- Conservar-se firme. Ou seja, é uma resistência a a favor de [...]
- Os discípulos, portanto, perseveravam na e a favor da:

1°. Na doutrina dos apóstolos
- Não na do irmão A ou B
- Doutrina dos apóstolos
- A palavra
- Como os crentes de Beréia (liam constantemente a palavra)

2°. E na Comunhão
- Participação em comum
- Convivência prática

3°. No partir do pão
- Fala da ceia
- Mas, muito mais que isso – fala de amor
- Preocupação com os menos favorecidos

4°. Nas orações
- Está no plural
- Orações da idéia de continuidade
- Nossa geração passada nos deu exemplo disso:
- As mulheres oravam mais
- A mãe orava pelo filho distante – hoje utiliza-se o celular
- O fazendeiro orava para que chovesse dia seguinte – hoje olha no jornal a meteorologia
- Os pais oravam sendo específicos ao sexo do filho – hoje fazem ultrassom

QUAIS OS RESULTADOS?
- Por isso hoje se conhece muito menos a Deus
- Há muitos crentes sem convicção
- Há crentes frios e sem compromisso com o Reino

DEVEMOS APRENDER QUE:
- Nós nos tornamos cada vez mais humanos quanto mais se contempla o criador
- Os cristãos mais maduros são aqueles que mais oram
- Jesus nunca deu ênfase no saber sobre Deus, mas, na vivência com Deus
- Oração não é um gasto, é investimento – o melhor deles

ADCaminho

15 janeiro 2016

QUEM É DEUS? (Salmo 91)

Para:
- Platão – Deus é a mente eterna, a causa do bem da natureza (428 a.C)
- Aristóteles – Deus é a 1ª causa de todo ser (384 a.C – aluno de platão)
- Espinosa – Deus é a substância absoluta e universal do nada ou de toda a existência (Séc. 17)
- Lebine (Séc. 17) – Deus é a razão final das coisas;
- Emanuel Kant – Deus é um ser que tem todos os direitos, porém, nenhuma obrigação (Séc. 18)
- Para Jó Ele é o seu grande redentor
- Para Malaquias Ele é o sol da justiça
- Para Isaias Ele é maravilhoso, conselheiro, Deus forte, pai da eternidade…
- Para as Marias, Ele é o Raboni, mestre por excelência.
- Para João, Ele é o verbo, o leão da tribo de Judá, o alfa e o ômega, o princípio e o fim.
- Para Mateus Ele é a essência da sua chamada
- Para Lucas Ele é o médico dos médicos
- Para Paulo, Ele é o verdadeiro sumo sacerdote
- Para Pedro, Ele é o Cristo, o filho do Deus vivo
- Para Bartimeu, Ele é o filho de Davi
- E para Davi?
- Conforme o Salmo, para Davi:

1º. Ele é todo poderoso (vs 1)
- Está no controle da história
- Nele está a habitação, esconderijo e a sombra

2º. Ele é Senhor (vs 2)
- Senhor em quem nos refugiamos
- Nossa fortaleza (quartel general)

3º. Ele é meu Deus (vs 2b)
- Toda adoração à Ele
- Não nos curvamos mais diante das imagens de esculturas, do dinheiro, do sexo ilícito, das drogas, dos vícios

MárioEugênio

14 janeiro 2016

PORQUE DEVEMOS CONGREGAR (Hebreus 10.25)

- Por que todos nós devemos nos congregar? Veremos 5 razões simples:

1ª. Porque é um mandamento divino.
- Diz o texto que lemos acima: Não deixando a nossa congregação…e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia (O dia da vinda do Senhor)

2ª. Devemos congregar porque queremos ser conhecidos como “Bem aventurados do Senhor”.
- Salmo 84:4 Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente.

3ª. Devemos congregar porque a casa do Senhor é Lugar de instrução
- Miqueias 4:2 Irão muitas nações e dirão: Vinde, subamos ao monte do Senhor, e à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas. De Sião sairá à lei, e a palavra do senhor de Jerusalém.

4ª. Devemos congregar porque queremos seguir o exemplo de Cristo e dos apóstolos
- Lucas 4:16 Chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou, num dia de sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler.
- Lucas 24:53 E estavam sempre no templo, louvando e bendizendo a Deus.

5ª. para nos encorajarmos mutuamente e nos firmarmos cada vez mais na fé em Cristo”.
- A igreja primitiva estava continuamente junta, unida, em comunhão; Isto era uma maneira de fortalecer os novos convertidos, os fracos na fé, os irmãos perseguidos, etc.

CONCLUSÃO:
- Todo bom cristão deve ter zelo pela sua congregação, pelos seus pastores, discipuladores e líderes; participar assiduamente dos cultos e dos projetos em geral.
- Quanto mais integrados nós tivermos, menos propensos as investidas do inimigo nós estaremos.

ADCaminho

NÃO DESTRUA O SEU FUTURO (Gênesis 37)

- Há muitos que hoje estão acabando com seu futuro. Jovens e adolescente, homens e mulheres, pessoas que estão na igreja apenas de fachada. “Se não há culto na vida, não haverá vida no culto”. Pessoas que estão jogando seu futuro fora, destruindo seu futuro por coisas banais e sem valor.
- Mas temos na bíblia a história de um moço que fez toda diferença em sua geração apesar das aparentes impossibilidades.
- José foi um jovem que não destruiu o seu futuro apesar de suas imperfeições, carências, necessidades e duvidas.
- O que ele fez para não ter seu futuro destruído?

1º. Sonhou sonhos que eram verdadeiras promessas.

A. Sonhos revelações – Deus dá revelações a jovens também

B. Sonhou com coisas da sua realidade
- Molhos
- Sol, lua e estrelas.
- Nada fora do comum

C. Deus está procurando jovens para dar sonhos/revelações

D. Muitos estão despercebidos, infelizmente…

E. Deus quer que sonhamos até acordados

F. Provavelmente outros não vão gostar (Vs 8,11)

G. Não se preocupe, o PAI guarda tudo no coração Vs 11b.

F. Muitos porém são verdadeiros “JOSÉ´S”, caminham como ele caminhou, buscam e confiam no Senhor.

2º. Permaneça fiel que a promessa se cumprirá

A. Na cova

B. Na casa de Potifar

C. Na prisão
- O Senhor estará contigo
- Tem lugares específicos preparados por Deus para você.
- Todos verão, até os que não dão nada por vocês
- Quando Deus quer ninguém pode impedir

D. Espere o tempo de Deus

M.Eugenio

13 janeiro 2016

A SEGUNDA MILHA (Mateus 5:41)

- Queridos, a milha romana media em torno de mil passos (cerca de 1478 metros).
- A proposta de nosso Senhor Jesus Cristo está baseada em um costume dos povos do Oriente, que quando enviavam um emissário de um lugar para o outro, se requeria que um representante local viesse recebe-lo a determinada distancia.
- Aparentemente, era um gesto de cortesia e amabilidade, próprio de um anfitrião. O fato é que não significava mera companhia; a cortesia incluia o carregamento de bagagens, o que tornava muitas vezes, uma tarefa muito árdua.
- A primeira milha era costume e a obrigação. Era algo protocolar, de antemão estabelecido pela própria tradição. Mesmo contrariado aquele que fosse escalado para a missão, não poderia fugir de cumpri-la.
- É interessante observar o verbo OBRIGAR no texto bíblico em pauta - dá a idéia clara no original, de algo compulsório.
- Tendo isto em mente, nos vem a mente, a seguinte pergunta: A SEGUNDA MILHA proposta por Jesus, seria alternativa? ...
- Devemos cumprir a primeira milha, mas, quanto a segunda milha?...estamos nós dispostos a caminhar com nosso próximo a SEGUNDA MILHA ?...

1. A SEGUNDA MILHA DA HUMILDADE
- Um coração soberbo e altivo jamais conseguirá caminhar esta segunda milha. Somente os de coração humilde na estrada da vida, conseguem pela Graça do Senhor, levarem fardos, serem solidários e ajudadores.

2. A SEGUNDA MILHA DO AMOR FRATERNAL
- Quem poderá caminhar auxiliando seu irmão, se o amor Ágape não estiver grassado no coração e nas atitudes...
- Fomos chamados para suportar..E, Paulo escreveu: "O amor tudo suporta..." (1 Corintios 13:7)

3. A SEGUNDA MILHA DO PERDÃO
- Se desconhece um relacionamento interpessoal proveitoso, onde há ausencia de perdão.
Tudo porque o perdão sara feridas e fortalece a união.
- Poderemos ajudar e abençoar aqueles que nos cercam, se em nós existir uma alma generosa e um coração perdoador.

Conclusão:
- Estamos dispostos a caminhar a SEGUNDA MILHA ?

PrMarcosAntonio

11 janeiro 2016

BÊNÇÃOS DO DEUS ETERNO

1. Nos concede salvação eterna, Hebreus 5.9

2. Nos assegura um lar eterno, Salmo 23.6 II Corintios 5.1

3. Nos promete uma glória eterna, I Pedro 5.10

4. Nos mantém sob um propósito eterno, Efésios 3.11

5. Nos sela com o Espirito eterno, Hebreus 9.14

6. Nos disponibiliza uma redenção eterna, Hebreus 9.12

7. Nos outorga uma vida eterna, João 10.28

8. Nos garante uma herança eterna, Hebreus 9.15

9. Nos tornou súditos de um Rei eterno, I Timóteo 1.17

10. Nos guia por um caminho eterno, Salmo 139.24

11. Nos faz pertencer a um povo eterno, Isaias 44.7

12. Nos concede um nome eterno, Isaias 56.5

GezielGomes

10 janeiro 2016

ACREDITE NO DEUS QUE ACREDITA EM VOCÊ (Isaías 40,28;31)

A águia é usada como símbolo dos que espera no Senhor e nele confiam. Verdadeiros como cristãos são águias, você pode ver pombos, andorinhas e outras aves voando em bandos águias não. 
- Ficam lá do alto olhando o azul infinito, e é do alto que vem o poder do Cristão. 
- E quando vem à tormenta as águias não se esconde abre suas asas que podem voar em alta velocidade e enfrenta a tormenta elas sabem que as nuvens escuras, tempestades e raios podem ter uma grande extensão, mas lá em cima brilha o sol, essa luta pode perder pena e se ferir, mas não teme e segue em frente depois enquanto todo mundo fica as escura embaixo elas voam vitoriosas e em paz lá em cima, mas as águias também morrem só que não se acha por aí um cadáver de águia por que quando elas sentem que chegou a hora de partir não se lamenta e não fica com medo procuram com os seus olhos o pico mais alto tiram as ultimas forças de seu cansado corpo e voa os picos inatingível e aí espera o momento final. 
- Talvez Por isso o Profeta Isaías compara os que confiam no Senhor águias nós também temos uma vida cheia de desafios eles podem parecem ser impossível de serem vencidos, mas lembre-se descanse no Senhor

1. Passe tempo com Deus, DESCANSE no SENHOR. 
- Salmos 91:1 O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente.
- 37:7 Descansa no SENHOR e espera nele, não te irrites por causa do homem que prospera em seu caminho, por causa do que leva a cabo os seus maus desígnios.

2. NÃO DESISTA Parta para a luta, NÃO ENTREGUE OS PONTOS.
- Atos 23:11 Na noite seguinte, o Senhor, pondo-se ao lado dele, disse: Coragem! Pois do modo por que deste testemunho a meu respeito em Jerusalém, assim importa que também o faças em Roma.

3. Saiba que além TORMENTA (tempestade) brilha o sol.
- Salmos 30:5 Porque não passa de um momento a sua ira; o seu favor dura a vida inteira. Ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã.

PrAbinadabeC.Silva

DEUS NOS FORTALECE

1- Quando nos alimentamos de sua Palavra 
- Salmo 119.28

2- Quando somos cheios do seu poder 
- Efésios 6.10

3- Quando a Graça de Cristo está em nós 
– 2 Timóteo 2.1

4- Quando esperamos no Senhor 
– Isaias 40.31

5- Quando louvamos o seu nome 
- Romanos 4.20

MarcosAntonio

08 janeiro 2016

JOSÉ NA CASA DE POTIFAR (Gênesis 39.1-23)

- A realidade de José era bem diferente dos seus sonhos, mas ele continuava fiel ao Senhor.

1- José demonstrou compromisso pessoal com Deus.
- Estando longe da sua terra e da sua família, José não tinha quem o vigiasse no que se refere ao seu comportamento, mas ele continuava fiel, pois tinha uma experiência pessoal com Deus.

2- José viveu uma contradição: um servo de Deus servindo a um ímpio.
- Isto pode parecer inaceitável, contrário à expectativa e ao conceito de prosperidade, mas José não reclamou.
- No futuro tudo seria corrigido pois ele se tornaria governador.

3- José foi um escravo exemplar.
- Ele poderia viver revoltado e fazer as coisas de qualquer maneira, mas trabalhava com excelência (Ef.6.5-8).
- O servo de Deus precisa fazer o melhor onde quer que esteja: na escola, no trabalho, em casa, etc.
- Quem é fiel no pouco será fiel no muito (Lc.16.10).

4- José foi um escravo próspero.
- Isto não combina com alguns conceitos de prosperidade.
- Ser próspero é ser bem sucedido, mesmo que não sejamos ricos.
- José seria também um prisioneiro próspero e exemplar.

5- José resistiu à tentação.
- O pecado poderia colocar tudo a perder.
- José poderia morrer antes de chegar ao governo. Mas isto não aconteceu. Ele resistiu. Sendo homem, fugiu de uma mulher. Isto é contrário à mentalidade mundana. Hoje, sua masculinidade seria questionada. José foi fiel a Deus.

6- José sofreu uma injustiça.
- Ele foi acusado de adultério e Deus não interferiu para impedir sua prisão injusta.
- É provável que ele tenha orado, mas Deus não respondeu. Por quê? A prisão fazia parte do caminho para o palácio.

7- Deus estava com ele.
- Este foi o segredo da vitória de José. Caminhando com Deus, José chegou ao palácio do Egito.
- Precisamos andar com Deus para alcançarmos vitória e chegarmos ao céu.

PORQUE PEDRO NEGOU JESUS (Lucas 22.31)

1- PORQUE SUBESTIMOU O PODER DE SATANÁS 
- Lucas,22,33

2- PORQUE DEIXOU DE ORAR E VIGIAR  
- Lucas 22,46

3- SEGUIU JESUS DE LONGE 
- Lucas 22,54

4- PORQUE ASSENTOU-SE A RODA DOS ESCARNECEDORES 
- Lucas;22,56; Salmo 1

HOMENS QUE DEUS PROCURA (Gênesis 3:8,10)

1- OBEDIENTES COMO ABRAÃO - Gênesis 12,4

2- PACIENTES COMO JÓ - Jó 1,21

3- AMOROSO COMO JOÃO - 1 João 3,9

4- CORAJOSO COMO JOSUÉ - Josué 5,13

5- CONTROLADO COMO PAULO - 1 Corintios 9,25,29

6- PIEDOSO COMO ENOQUE - Hebreus 11,5.6

7- RESOLUTO COMO GIDEÃO - Juizes 7,16,20

06 janeiro 2016

JESUS E SEUS ENSINOS (Marcos1.21,22)

I – Seu Auditório.
1. Entrava em contato com o povo no próprio terreno deste
2. Alcançava todas as classes
3. Adaptava Seus ensinos a Seu auditório

II – Seu Método.
1. Linguagem pura, requintada e clara
2. Delicada e cheio de tato
3. Espírito terno e compassivo
4. Usava ilustrações para ensinar a verdade
5. Apresentava a verdade de maneira direta e simples
6. Falava com a autoridade da experiência e da convicção pessoal

III – Sua Doutrina.
1. Apegou-Se à apresentação de verdades positivas da Palavra deDeus
2. Revelou Deus e o Mundo Eterno
3. Revelou Sua familiaridade com Deus e com o Céu e ao mesmo tempo com a família humana
4. Colocou as coisas eternas em sua verdadeira relação

1000Esboços

05 janeiro 2016

O LAR E A FAMÍLIA DO CRISTÃO (Josué 24:15)

I – O Lar está no Plano de Deus.

1. Deus fundou o lar – Mateus 19:4-6; Gênesis 1:28-29
2. A esposa e mãe ideal – Provérbios 31:10-12,26-28
3. As devidas relações entre marido e esposa – Efésios 5:23-31

II – O Ideal de Deus quanto ao Lar.
1. O lar de Adão e Eva – Gênesis 2:8
2. A vida de Jesus no lar – Lucas 2 :39-40, 51-52

III – Conselhos aos Pais.
1. Amai-vos uns aos outros – Colossenses 3 :13,20
2. Não provocar a ira dos filhos – Efésios 6:4
3. Resultados de negligência – Provérbios 29:15
4. Instruir os filhos – Deuteronomio 6:4-9
5. A estima de Jesus para as crianças – Mateus 18:2-6,10,14

IV – Conselhos aos filhos.
1. A obediência e a piedade filiais – Efésios 6:1-3; Êx. 20:12
2. O melhor comportamento no lar – I Timóteo 5:4
3. Aceitando o convite de Jesus – Mateus 19:14

V – A Influência do Lar Cristão.
1. Manter a alegria no lar – Tito 2:2-9
2. O exemplo da Abraão – Gênesis 18:19

Esboçodesermão