27 junho 2009

A UNÇÃO DE DAVI (I Samuel 16.1-13)


- Deus mandou que Samuel ungisse um novo rei para Israel.

- Jessé reuniu quase todos os filhos para que o profeta indicasse qual deles seria o escolhido. Davi, porém, foi esquecido.

1- Davi foi desprezado.
- Davi era o filho mais novo. Era o menor, o último. Seus irmãos eram fortes e faziam parte do exército. Ele ficava cuidando das ovelhas.
- Até seu pai, Jessé, desprezou Davi, não imaginando que ele pudesse servir para ser rei de Israel. Samuel também foi influenciado pela aparência e pela força dos irmãos de Davi. O mundo julga as pessoas por sua aparência, seu nível educacional e suas posses materiais.
- Uma auto-imagem construída sobre tais conceitos pode trazer sentimentos de inferioridade (ou superioridade).

2- Davi foi escolhido.
- O nome de Davi significa “amado”. Embora tenha sido desprezado por todos, ele era amado por Deus.
- Mesmo que o mundo nos despreze, inclusive nossos amigos ou familiares, somos amados por Deus.
- Ele nos aceita com base no seu amor e não na nossa condição. Ele nos vê com base no seu plano para nós e não com base no que somos hoje.

3- Davi foi ungido.
- Ele recebeu a unção que o conduziria ao trono. Davi era o último entre seus irmãos, mas, pela unção de Deus, ele se destacou.
- Nenhum de seus irmãos conseguiu enfrentar o gigante Golias. Nenhum de seus irmãos chegou a ser rei de Israel.

Conclusão: Não nos julguemos pelos valores mundanos. Não deixemos que tais valores sejam determinantes dentro da igreja.
- Busquemos a unção que nos fará vitoriosos. O óleo derramado sobre Davi representa o Espírito Santo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário