22 maio 2010

NOS TEMPOS DE SECA (Isaías 41:17-20)

A falta de água no nordeste brasileiro é um dilema que já alcançou repercussão mundial , a falta de chuva torna a terra imprópria para o cultivo e plantação , o que resulta em uma grande perda de animais que morrem com sede e fome. Mais urgente que a água para o nordeste é o avivamento para a igreja brasileira , mais necessário que a chuva no nordeste tem sido o retorno à adoração unidiretiva ao Deus vivo. Em tempos de seca na vida espiritual é preciso que uma sede insaciável por avivamento invada nossos objetivos e se torne prioridade máxima.
    Passamos a uma análise dos capítulos 16,17,18 de 1º Reis onde poderemos entender a necessidade do surgimento de homens zelosos pela vontade de Deus , para que o povo de Sua propriedade exclusiva seja levado a caminhar em santidade , obediência e adoração.

I ) A DECADÊNCIA ESPIRITUAL ( 1 Rs 16:29-34)
 - Em Israel nenhum rei se voltou para os mandamentos de Deus.
- Acabe fez o que era mau aos olhos de Deus , mais do que todos os seus antecessores.
- Casou-se com uma mulher sidonita adoradora de baal.
- Acabe ergueu um altar a baal na casa que construiu em Samaria
- Acabe agravou mais ainda seu pecado contruindo um poste-ídolo
- Deus ama seu povo e quer ser o único a ser adorado.
- A nação israelita pecava por causa do descaso e o abandono a lei de Deus por parte do rei , e se afastavam a passos largos do SENHOR.

II) A PALAVRA PROFÉTICA ( 1 Rs 17:1-24)
- Nos tempos de declínio espiritual vem o juízo sobre Israel, através do profeta Elias dizendo : “Nem orvalho e nem chuva haverá nestes anos”
- Deus providencia o sustendo a Elias enviando-o onde havia uma corrente de água e os corvos o alimentavam.
- Mesmo o profeta foi vítima do juízo de Deus a Israel , depois de alguns dias por não haver chuva sobre a terra , secou-se a corrente de água onde bebia.
- Mas Deus não o desamparou guiando até Sarepta em casa de uma viúva que também já sentia as consequências da falta de chuva.
- Com um pouco de farinha e azeite , o necessário para ela e seu filho fazerem uma refeição e esperarem a morte , foi que Deus multiplicou e os sustentou até o findar da seca.
- É provável que Elias tenha ficado em Sarepta até se apresentar à Acabe.

III) FOCALIZANDO A ADORAÇÃO ( 1 Rs 18:1-40 )
- Após três anos de abstinência chuvosa , Deus ordena a Elias que se apresente a Acabe pois irá fazer chover.
- Elias foi o profeta que restara , em toda terra de Israel foram perseguido e mortos a mando de Jezabel , mulher do rei.
- Pode se imaginar a situação lamentosa do povo não havendo profetas em seu meio.”Não havendo profecia o povo se corrompe”( Pv 29:18 )
- Elias desafia todos os profetas de baal e do poste-ídolo a subirem ao monte carmelo para que o povo visse quem é Deus.
- De cada lado dois novilhos , divididos em pedaços sobre a lenha.
- O desafio consistia em aquele que deitar fogo sobre o holocausto é verdadeiramente Deus.
- Os profetas de baal invocaram o seu deus desde manhã até o meio dia, chegando ao ponto de autoflagelalem porém, sem resposta.
- Elias por sua vez levanta um altar com 12 pedras simbolizando a nação eleita de Deus Elias restaurou o altar (vv.30-32)
- Ao preparar o holocausto Elias ordenou que se despejassem por três vezes cântaros cheios de água sobre e também em redor do sacrifício até se transbordar as pequenas valas que o cercavam.
- “Sucedeu que, no momento de ser oferecido o sacrifício da tarde”(vv.36) Elias ora a Deus.
- Elias entende que o desafio visava levar o povo a reconhecer a soberania de Deus e adorá-lo.
- E todo o povo vendo o fogo que veio da parte de Deus incinerar o holocausto e toda água ao redor disseram: “O Senhor é Deus”

IV ) CESSANDO O TEMPO DE SECA ( 1 Rs 18:41-46 )
- O profeta ouve o imperceptível a ouvidos humanos , não havia sequer uma nuvem no céu que indicasse chuva porém conseguia ouvir o som de muita chuva.
- Elias ora e então a chuva cai.

2 comentários:

  1. uma benção esse estudo , que o senhor jesus continue vos abençoando ..

    ResponderExcluir
  2. Estudo minucioso e de grande aprendizado!!!
    Grande abraço em Cristo...

    ResponderExcluir